Presidente Dilma critica oposição por tentar ‘dividir o país’

0
32

A presidente Dilma Rousseff (PT), falou, nesta segunda-feira (7), pela primeira vez em público, após a condução coercitiva do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva para prestar depoimento à Polícia Federal na última sexta-feira (4), .

Dilma participou da entrega de residências do Programa Minha Casa, Minha Vida, na cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

Durante discurso, a presidente voltou a criticar a atuação da oposição ao seu governo e disse que seus adversários estão querendo antecipar as eleições de 2018. Segundo a petista, os opositores estão tentando dividir o país de forma sistemática, mas isso tem criado problemas não só na área política, mas na econômica também.

Dilma também criticou a forma como se deu o depoimento do ex-presidente Lula à Polícia Federal. Sobre o episódio, a presidente disse que não é possível aceitar que pessoas que jamais se recusaram a depor, sem conduzidas ‘sob vara’ à Justiça.

Ela questionou os argumentos apresentados pelo juiz Sérgio Moro de que a condução coercitiva seria para proteger a figura do ex-presidente. “Não tem sentido, conduzir daquela forma quem jamais se recusou a ir, até porque tem certo tipo de proteção que é muito estranha”, arrematou.

Comentários