Deputadas do PT entram com representação contra Feliciano no MPF

0
57

As deputadas petistas Erika Kokay (DF), Ana Perugini (SP), Luizianne Lins (CE) e Margarida Salomão (MG) protocolaram, na última sexta-feira (5), uma representação contra o deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) na Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal (MPF).

O documento apresenta denúncias sobre o suposto caso de agressão, assédio sexual e tentativa de estupro envolvendo o parlamentar. A representação feita pelas deputadas é fundamentada em matérias divulgadas pela imprensa e em depoimentos da estudante.

“Não queremos ferir qualquer presunção de inocência. Consideramos que denúncias, como essa, não podem ser banalizadas e têm que ser investigadas”, diz a deputada Erika Kokay, que protocolou o documento.

A Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat, que recebeu a denúncia, afirmou que repassará as informações ao Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. Como Feliciano tem prerrogativa de foro privilegiado, o caso deve ser investigado pela PGR.

Comentários