Sem reajuste, servidores públicos ameaçam entrar na justiça contra a PMJP

0
59
VLUU L310 W / Samsung L310 W

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), revelou nesta segunda-feira (27) que a prefeitura não deve cumprir a data-base para reajuste linear dos servidores públicos municipais. A data-base, por lei, deve ser concedida até o fim de junho. Revoltados com a decisão, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de João Pessoa (Sintram/JP) ameaça entrar na justiça ainda esta semana.

O prefeito disse que tem dialogado com as categorias para justificar a impossibilidade concessão de aumento salarial para este ano. “Temos dialogado e eles tem compreendido a situação por que passa o país. Em 2013, 2014 e 2015 conseguimos dar bons reajustes e vamos continuar dialogando”, garantiu.

Cartaxo atribuiu o problema à crise econômica nacional e lembrou que das 223 prefeituras paraibanas apenas oito conseguiram antecipar os 50% do 13º salário neste mês e tem mantido o pagamento em dia, dentro do mês trabalhado, dos salários dos servidores.

 

O diretor do Sintram, Francisco de Assis, confirmou as tratativas com a gestão municipal. Ele disse que teve uma reunião com o secretário de administração, que antecipou que não seria cumprida a data-base. Desde então, alguns servidores públicos vêm fazendo ‘greve branca’ devido a insatisfação com a decisão da prefeitura, afirma o diretor. “A sociedade está sem um atendimento de qualidade, os servidores desestimulados, sem expectativa de nada. Vamos acionar o jurídico, a pedido dos servidores”, garantiu.

 

Com o início vedado pela legislação eleitoral, o aumento deve ser empurrado para após as eleições. “Nosso grande desafio tem sido pagar os servidor dentro do mês trabalhado”, ponderou o prefeito, que vai disputar a reeleição em outubro.

Comentários