MP investiga compras sem licitações na prefeitura de São Bento

0
31

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), por meio da Promotoria de Justiça Cumulativa de São Bento, expediu nesta quinta-feira (14) uma recomendação ao prefeito do município de São Bento, Gemilton Sousa (PR), para que não realize nenhum empenho no âmbito da administração municipal envolvendo compra de mercadorias e realização de serviços a pessoas físicas, exceto se destinada a contratação de serviços devidamente delimitados de profissionais liberais.

No Inquérito Civil 037.2016.00005, instaurado pelo promotor de Justiça Alberto Vinícius Cartaxo da Cunha, foi apurado que José Joseli Dantas recebeu R$ 135.113,00 em 2015, sem a realização de nenhuma licitação; e Joseildo Silva dos Santos recebeu R$ 62.754,00, também sem licitações.

“Trata-se de burla à licitação”, afirmou o promotor, que já notificou o prefeito para apresentar defesa por escrito.

De acordo com ele, as evidências de fracionamento de despesas são claras e que os dois envolvidos não apresentaram cadastro de empresário individual, apresentando unicamente o número do CPF. “Além desses dois indivíduos mencionados, a prefeitura de São Bento tem realizado inúmeros empenhos a pessoas físicas e a atividade comercial deve ser realizada por meio de firma individual, com inscrição de CNPJ na Receita Federal e na Junta Comercial do Estado da Paraíba”, destacou.

Comentários