Políticos da PB aproveitam ‘Janela da Infidelidade’ para mudar de partido

0
15

Os políticos da Paraíba aproveitaram a “Janela da Infidelidade” para trocar de partidos sem perder o mandato ao longo desses últimos 30 dias. O prazo para essa mudança termina nesta sexta-feira (18).
O deputado estadual José Aldemir, que estava filiado ao PEN, anunciou sua saída da sigla e se filiou ao PP. Ele deve disputar a Prefeitura de Cajazeiras. O Secretário de Representação Institucional, em Brasília, Lindolfo Pires, que é deputado licenciado, deixou o DEM e vai comandar o PROS. Outro parlamentar, Zé Paulo, trocou o PC do B pelo PSB para disputar a Prefeitura de Santa Rita.

Há uma expectativa ainda sobre a decisão de Trócolli Júnior, que estava no PMDB. Ele pode ir para o PROS ou PSB. Ricardo Marcelo, que era do PEN, também ainda não definiu para que partido vai. Ele recebeu convite de vários partidos e a especulação é de que ele vá para PSDB ou PMDB. Tem também João Gonçalves, que está insatisfeito no PSD e estaria indo para o PROS, mas não definiu ainda.

Mudanças aconteceram também na Câmara Municipal de João Pessoa. O vereador licenciado Helton Renê, que hoje é secretário do Procon-JP, deixou o PP e é o mais novo filiado ao PC do B. Raoni Mendes foi para o DEM. Ele estava no PTB, onde passou apenas cinco meses.

 

O vereador Lucas de Brito saiu do DEM e deve se filiar ao PSL. Ele não confirmou, mas disse que as conversas estão avançadas. Santino trocou o PT do B pelo PMN. Ele fez esse movimento para se manter na base do prefeito. O PTB também perdeu o vereador licenciado Pedro Alberto Coutinho. Ele ainda não definiu para onde vai. Por fim, o líder do governo, Marco Antônio, saiu do PPS e foi para o PHS.

Comentários