Fernando Milanez defende respeito a preceitos básicos da Justiça no País

0
53

O parlamentar Fernando Milanez (PMDB) usou seu pronunciamento na sessão ordinária desta quinta-feira (17), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), para comentar os últimos fatos em torno da Operação Lava Jato, que investiga esquemas de desvio de dinheiro público no País. Conforme avaliou o vereador, a divulgação de conversas telefônicas envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a atual presidenta Dilma Rousseff (PT) representa uma afronta aos preceitos básicos da democracia e da Justiça Brasileira.

 

“Tenho muito respeito pela Justiça, mas estou alarmado com atitudes como esta. O juiz Sérgio Moro, responsável pelos casos da Lava Jato, vazou e entregou a uma grande emissora de comunicação o sigilo telefônico não de um cidadão comum, mas da maior autoridade do País, que é a presidenta da República”, alertou.

 

Fernando Milanez defendeu que as investigações devem acontecer de maneira adequada e isenta, colocando-se na cadeia os acusados sobre quem pesem provas concretas. “A Justiça tem que trabalhar corretamente, sem apelo midiático, apurando todos os fatos, inclusive aqueles de décadas atrás que não foram levados adiante. Tem que se deixar de lado a vingança, em prol da democracia que nos permite estar aqui hoje”, contextualizou.

 

Em aparte, o vereador Benilton Lucena (PSD) elogiou a sensatez do colega na tribuna da Casa e afirmou que o que ocorre hoje no Brasil é uma condenação antecipada. “Não passa outra coisa na TV a não ser essa situação envolvendo a divulgação de escutas da Lava Jato. A mídia está condenando antes do julgamento de fato, está incitando a violência, e isso é algo muito ruim para o nosso País”, finalizou.

 

Fonte: CMJP

Comentários