Idosa morre com suspeita de chikungunya em Campina Grande

0
39

Uma idosa morreu com suspeita de chikungunya em Campina Grande, na última segunda-feira (4). Ela estava internada no Hospital Municipal Dr. Edgley com um quatro de virose que se assemelha aos sintomas dessa doença, contudo a confirmação do diagnóstico só poderá ser dada após a análise do sangue da paciente. As informações foram repassadas pela direção da unidade hospitalar e os resultados dos exames devem ficar prontos em no máximo 15 dias.

Conforme a diretora do hospital, Ilka Nunes, a idosa que faleceu com suspeita de chikungunya se chamava Luzia Leite da Silva e tinha 75 anos. Ela morava no bairro do Santo Antônio e estava internada na unidade desde o dia 28 do mês passado. O óbito foi registrado durante a madrugada da última segunda.

“Ela se internou com uma virose, então foi coletado o sangue para fazer os exames e nós estamos aguardando para saber o que foi. O idoso por si só já tem a imunidade muito baixa e a nossa suspeita é que o caso dessa paciente tenha sido chikungunya por conta da sintomatologia apresentada, já que ela estava com fortes dores nas articulações e outros sintomas comuns dessa doença. Agora vamos aguardar o resultado”, comentou Ilka Nunes.

 

Jornal da Paraíba

Comentários