Pesquisadores japoneses chegam à Paraíba para estudar a microcefalia

0
33

A pesquisa sobre microcefalia realizada na Paraíba continua despertando interesse no mundo inteiro. Nesta quinta-feira (10), pesquisadores japoneses e técnicos do Ministério da Saúde do Japão, acompanhados pela secretária de Saúde, Roberta Abath, fizeram uma visita, à Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad). A finalidade foi conhecer o trabalho ali realizado no atendimento às crianças com microcefalia.

Os japoneses tiveram contato com os métodos de reabilitação de crianças com microcefalia. Antes, eles também estiveram na Maternidade Cândida Vargas e ainda vão avaliar como ajudar o Brasil no combate ao Aedes aegypti. Entre os pesquisadores estrangeiros estão especialistas em insetos e vírus.

A Paraíba tem 71 casos confirmados de microcefalia ou outras alterações do sistema nervoso, sugestivas de infecção congênita, segundo boletim divulgado nesta quarta-feira (9) pelo Ministério da Saúde. Estão sendo investigados 447 casos suspeitos, enquanto que 308 já foram descartados

Comentários