Jornalistas são chamadas de vagabundas durante cobertura de evento com Michelle Bolsonaro, em João Pessoa; vídeo

0
590

As jornalistas Iracema Almeida, do Jornal A União, e Sandra Macêdo, da rádio 98 Correio FM, foram agredidas verbalmente durante coberta da passagem de Michele Bolsonaro, esposa do presidente Jair Bolsonaro, e do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em João Pessoa, na manhã de hoje (13).

No vídeo, aparece um idoso chamando as repórteres de vagabundas, que recebe apoio de colegas da imprensa no local, mas,  segundo as jornalistas, os ataques teriam sido praticados por um grupo. A Guarda Municipal foi acionada para controlar a situação. A atitude do homem gerou indignação e Associação Paraibana de Imprensa (API) e a senadora Daniela Ribeiro divulgaram nota lamentando o fato e prestando apoio e solidariedade às jornalistas.

Comentários