Vídeo mostra abordagem a miliciano do Rio de Janeiro preso na Paraíba; delegado deu detalhes da ação policial

0
36

O delegado Diego Beltrão deu detalhes sobre a operação que prendeu um chefe de uma milícia do Rio de Janeiro em Queimadas, interior da Paraíba, nessa quarta-feira (28). O vídeo acima mostra a abordagem aos criminosos. O preso foi encontrado com outro homem dentro de um imóvel onde havia drogas e armas. O chefe miliciano é apontado como envolvido na morte de Marielle Franco, vereadora carioca morta a tiros em março de 2018.

“A Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) recebeu a informação de que milicianos do estado do Rio de Janeiro estariam na região de Queimadas. A partir de então iniciou-se uma investigação onde conseguimos identificar o local em que esses indivíduos estariam, assim como identificar que um deles se tratava do chefe de uma milícia situada na Zona Oeste do Rio de Janeiro”, explicou o delegado.

Ainda segundo Diego Beltrão, da DRACO, “representamos com mandado de busca e apreensão e, na manhã de ontem (28), conseguimos dar cumprimento a esse mandado de busca. Na residência, havia dois indivíduos, dentre eles, o chefe dessa milícia. E, dentro da residência, conseguimos apreender drogas, munições, carregadores. Foram autuados ambos por tráfico de drogas, associação ao tráfico, posse ilegal de arma de fogo e resistência à prisão. Esses indivíduos foram autuados em flagrante e encaminhados para a carceragem da Polícia Civil de Campina Grande.”

O delegado também contou que, “segundo informações, esse líder dessa milícia era um indivíduo bastante perigoso, que estava no hall dos mais procurados do estado do Rio de Janeiro, em razão de chefiar essa milícia e ser suspeito da prática de diversos homicídios. Antes da prisão desses indivíduos, já circulava na imprensa que o chefe dessa milícia da Zona Oeste do Rio de Janeiro teria participação no homicídio de Marielle.”

Comentários