Perícia descarta homicídio de vendedor dentro de AP e namorado é liberado da delegacia após ser ouvido

0
1690

A Delegacia de Homicídios de João Pessoa confirmou ao IG do Hyldinho que foi descartada, inicialmente, a hipótese do vendedor Adriano Moura, que foi achado morto na manhã de hoje (27) dentro de AP no José Américo, em João Pessoa, ter sido vítima de homicídio. A perícia feita dentro do AP descartou que no local teria havido uma discussão e o corpo apontava para um suicídio. Anteriormente, a polícia disse que alguns objetos estavam revirados, mas a perícia não contatou.

O namorado dele chegou a ser levado à delegacia como suspeito para prestar esclarecimentos, mas ele foi ouvido como testemunha e liberado, após a hipótese de suicídio. Em depoimento, o namorado disse que estava em casa no Bessa, quando Adriano fez uma chamada de vídeo dizendo que iria se matar.

O companheiro afirmou à PC, que chamou um UBeR e quando chegou até o AP, arrombou a porta e já encontrou Adriano sem vida. O Samu foi chamado e constatou o óbito. O laudo cadavérico dever ficar pronto em até 30 dias e vai esclarecer a causa da morte de Adriano Moura.

Comentários