João Pessoa pretende vacinar pessoas a partir 33 anos já neste fim de semana

0
250
(Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa)

A Secretaria de Saúde de João Pessoa deverá utilizar as doses de AstraZeneca, que estão armazenadas para aplicação da segunda dose, e assim avançar na imunização da população da capital. A expectativa é de que, com a medida, a vacinação avance para 35 anos ou mais, podendo chegar até a 33 anos ou mais, dependendo do quantitativo que estiver disponível.

Em entrevista à TV Cabo Branco, na manhã desta quinta-feira (15), o secretário Fábio Rocha disse que há quase um consenso entre o governo do estado e órgãos de saúde municipais sobre a melhor eficácia da AstraZeneca mantendo o intervalo maior de 120 dias, sem antecipação patrocinada por outros estados. Uma reunião deverá ser realizada ainda hoje para oficializar a decisão.

Ainda segundo Fábio Rocha, há na Secretaria de Estado da Saúde em torno de 250 mil doses de AstraZenecas que só precisariam ser utilizadas no dia 30 de julho para vacinar o pessoal da segunda dose. São elas que deverão ser usadas para aplicação da primeira dose já neste fim de semana. “Isso vai levar a gente ter uma vacinação de 60% (da população)”, comemorou.

Novas doses

Além disso, Fábio Rocha disse que devem chegar à Paraíba aproximadamente 77 mil doses da AstraZeneca hoje. Elas serão distribuídas amanhã (16) para a retomada da vacinação do público geral com a primeira dose. João Pessoa deve receber em torno de 15 mil doses nesse novo lote e assim avançar para ao menos 39 anos ou mais.

“Vamos fazer mutirão a partir de sexta, sábado e domingo e vacinar o maior número de pessoas para não ter o não agravamento da doença. A pessoa pega o coronavírus mesmo vacinada, mas não agravando vira uma gripe boba. Todas as vacinação, sem exceção, dão uma proteção para não complicação”, assegurou.

Comentários