Conselho de Mobilidade Urbana de João Pessoa mantém valor da tarifa de ônibus em R$ 4,15

0
34

O Conselho Municipal de Mobilidade Urbana de João Pessoa se reuniu, nesta sexta-feira (28), para a primeira reunião do ano. Na pauta do encontro estava um possível reajuste na tarifa do transporte público da Capital, que atualmente custa R$ 4,15. Na reunião, segundo informou a assessoria de imprensa da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP), ficou decidido por unanimidade que o valor da cobrança não será alterado.

Apesar da manutenção em R$ 4,15, valor que já era cobrado em dinheiro, haverá uma unificação da cobrança para quem faz o uso do cartão, cujo pagamento era de R$ 4. A partir deste sábado (29), quem opta pelo cartão terá que pagar mais R$ 0,15.

George Morais, superintendente da Semob-JP e presidente do conselho, já havia adiantado antes do encontro que a Prefeitura Municipal de João Pessoa era contrária ao aumento do valor da tarifa e que defenderia a manutenção da cobrança atual.

Conforme Morais também havia declarado anteriormente, a manutenção do preço da passagem é um compromisso assumido pela gestão municipal, garantindo que não ocorra ônus aos usuários de ônibus da cidade.

O último aumento na tarifa de transporte coletivo na Capital foi em 26 de janeiro de 2020. Esta é a primeira vez, nos últimos anos, que não há reajuste na tarifa, tendo em vista que entre os anos de 2017 e 2020 o valor foi crescente, saindo de R$ 3,30 para R$ 4,15.

A decisão para a definição da tarifa levou em consideração fatores como a redução de 50% do ISS e a redução de 50% do ICMS sobre o óleo diesel para o setor.

Além de membros da Semob-JP, participaram da reunião representantes do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa (Sintur-JP) e de outras entidades representativas.

“Em que pese a situação crítica pela qual passa o transporte coletivo, o momento delicado em que vivemos exige esforços de todos e o que deve imperar é a sensibilidade para as dificuldades de toda a população. Por isso, nós nos manifestamos favoráveis ao não aumento do valor da tarifa”, afirmou Isaac Júnior Moreira, diretor institucional do Sintur-JP.

Comentários