João Pessoa vacina pessoas em situação de rua que têm 18 anos ou mais a partir desta quinta (13)

0
23

João Pessoa inicia a vacinação das pessoas em situação de rua que têm 18 anos ou mais nesta quinta-feira (13), a partir de meio-dia, quando um ônibus transformado em “consultório de rua” vai circular por diferentes pontos da cidade para realizar essa imunização. A Gerência de Vigilância Sanitária da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) informou que já realizou um mapeamento e sabe os locais onde essas pessoas costumam ficar.

Em paralelo a isso, continuam sendo vacinadas pessoas de 18 anos de idade ou mais com deficiência, que tenham comorbidades ou que sejam trabalhadores de saúde, além das gestantes e puérperas com ou sem comorbidades.

As comorbidades deste momento da vacinação incluem hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos imunossuprimidos, pessoas com obesidade grau 3 (IMC maior que 40) e pessoas com doenças respiratórias graves.

Pessoas com 18 anos ou mais que têm comorbidades ou que sejam trabalhadores de saúde são imunizadas com a vacina da Astrazeneca. Já as pessoas com deficiência, as grávidas e a puérperas que tenham 18 anos ou mais, serão vacinadas com o imunizante da Pfizer.

Com a segunda dose, serão imunizados os grupos que tomaram a primeira dose da Coronavac até o dia 15 de abril e aqueles que já completaram 90 dias da dose inicial da Astrazeneca.

Locais de vacinação

Pessoas em situação de rua (Astrazeneca) – a partir de meio-dia

Vacinação itinerante pelo ônibus transformado em consultório de rua

Pessoas com deficiência a partir dos 18 anos (1ª dose da Pfizer) – 8h às 12h

  • Instituto dos Cegos da Paraíba (Bairro dos Estados);
  • Centro Helena Holanda (Pedro Gondim);
  • Associação Pestalozzi da Paraíba (Cristo Redentor);
  • Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae (Bancários).

Trabalhadores da saúde e pessoas com comorbidades a partir dos 18 anos (1ª dose da Astrazeneca no sistema drive thru) – das 9h às 15h

  • Universidade Federal da Paraíba (Castelo Branco);
  • Santuário Mãe Rainha (Aeroclube);

Gestantes e puérperas com e sem comorbidades (1ª dose da Pfizer) – 8h às 12h

  • Policlínica Municipal Mandacaru
  • Policlínica Municipal Cristo
  • Policlínica Municipal Mangabeira
  • Policlínica Municipal Jaguaribe

2ª dose Astrazeneca/Fiocruz – para quem completou 90 dias da 1ª dose

  • Mangabeira Shopping – Drive thru e pedestres (9h às 15h)

2ª dose Coronavac/Butantan – para quem tomou a 1ª dose até 14 de abril

  • Lyceu Paraibano (9h às 15h)
  • Unipê – Drive thru (9h às 15h)

Trabalhadores da saúde e pessoas com comorbidades a partir dos 18 anos (1ª dose da Astrazeneca para pedestres) – das 8h às 12h

  • Escola Lynaldo Cavalcanti (Bairro das Indústrias)
  • Escola Anayde Beiriz (Bairro das Indústrias)
  • ECIT Papa Paulo VI (Cruz das Armas)
  • Escola Dom José Maria Pires (Oitizeiro)
  • Escola Professor Oscar de Castro (Cruz das Armas)
  • Escola Francisco Pereira (Cristo Redentor)
  • Escola Raimundo Nonato Batista (Gramame)
  • Escola Fernando Milanez (Colinas do Sul)
  • Escola Darcy Ribeiro (Funcionários II)
  • Escola Dom Helder (Valentina Figueiredo)
  • Centro Cultural Tenente Lucena (Mangabeira)
  • Escola Radegundes Feitosa (José Américo)
  • Escola Quilombola Antônia do Socorro Silva Machado (Paratibe)
  • Escola Professor Afonso Pereira da Silva (Cidade Verde II)
  • Escola Olívio Ribeiro Campos (Bancários)
  • Ginásio Ivan Cantisani (Tambiá)
  • Escola Luiz Augusto Crispim (Bairro dos Ipês)
  • Instituto Federal da Paraíba – IFPB (Jaguaribe)
  • Escola Violeta Formiga (Mandacaru)
  • Escola Leonel Brizola (Tambauzinho)
  • Escola Seráfico da Nóbrega (Tambaú)
  • Escola Chico Xavier (Jardim Oceania)
  • Centro da Pessoa Idosa (Altiplano)

Documentos

Quem for tomar o reforço é imprescindível levar documento oficial com foto, cartão de vacinação com a primeira dose, cartão do SUS, CPF e comprovante de residência.

Os trabalhadores de saúde que irão tomar a vacina devem apresentar os seguintes documentos, devendo levar cópias para ficarem retidas: carteira do conselho profissional mais a declaração que comprove o trabalho direto com síndrome gripal ou contracheque.

A Secretaria Municipal de Saúde passou a exigir também comprovante de residência para aplicar a vacina.

Grande parte do grupo formado por idosos institucionalizados, a partir de 60 anos, e os trabalhadores das instituições de longa permanência já foi vacinado. Porém, o agendamento para a vacinação desses idosos com restrições de locomoção continua sendo realizado pelos telefones 3214-7219 e 3214-7971.

É preciso que o grupo especial, de pessoas com comorbidade, levem uma documentação que comprove suas condições. De acordo com a prefeitura de João Pessoa, os documentos ficarão retidos e disponíveis para averiguação do Ministério Público.

Agendamento

Segundo o município, o ideal é que as pessoas que serão vacinadas façam o agendamento na plataforma da prefeitura – com site e o aplicativo ‘Vacina João Pessoa’. A ação pode evitar a formação de filas de veículos.

Quem não fizer o agendamento, também pode ir até a um dos pontos indicados.

Comentários