Médico paraibano processa blogueira Mayra Cardi após ser xingado de ‘doutor de m*’

0
59

O renomado médico paraibano, Bruno Cosme, entrou com uma queixa-crime no Tribunal de Justiça de São Paulo e uma ação indenizatória por danos morais no Tribunal de Justiça da Paraíba contra a blogueira Mayra Cardi. Segundo informações obtidas pelo ClickPB, o profissional iniciou uma campanha em suas redes sociais esclarecendo sobre os perigos do jejum, que tem o potencial de desencadear ou agravar distúrbios alimentares. A modalidade teria sido defendida pela blogueira, como sendo uma das melhores alternativas para curar doenças e até emagrecer.

De acordo com o médico, a influenciadora digital, que tem mais de 6 milhões de seguidores, teria faltado com respeito ao seu nome, colocando em cheque sua carreira. Segundo os advogados, Mayra questionou a qualidade do atendimento de seus pacientes e chamou-o de ‘doutor de merda’, ‘jovem de merda’ e ‘doutor rato'”, como está destacado nos textos das ações impetradas por eles.

A polêmica envolvendo os dois vem se desenrolando a meses, quando a blogueira iniciou uma campanha em defesa do jejum. Logo ao saber, o médico usou suas redes sociais para explicar os riscos desse processo para a saúde e o corpo. A repercussão ganhou notoriedade e milhares de mensagens de apoio ao médico foram se multiplicando. Bruno chegou a agradecer pelo apoio. “Obrigado a todos pelo apoio e suporte diante dos últimos acontecimentos”, publicou em seu perfil no Instagram.

Conforme os documentos que o ClickPB teve acesso, Bruno pediu R$ 6 mil de indenização. No entanto, caso vença as ações, irá doar a quantia para instituições que atendam pessoas com transtornos alimentares. Além das ações na Justiça, os advogados também solicitaram aos Conselhos de Nutrição e Medicina que investiguem a postura profissional de Mayra e os impactos da crítica na carreira do médico.

Comentários