Estudante morre vítima da COVID-19 quase um mês depois de dar à luz ao 1º filho, em João Pessoa

0
1998

Mikaela Muniz, 26 anos, tinha um sonho: ser mãe. Isso estava se tornando realidade ao descobrir que estava grávida de um menino, que recebeu o nome de Benjamim, que significa ‘filho da felicidade’. Infelizmente, essa felicidade se transformou em tristeza desde o início de março, quando ela foi contaminada pelo novo coronavírus.

Mikaela já estava nos últimos dias de ter o bebê, quando precisou ser internada, ao ter a saúde agravada pela covid-19. Ela foi levada para o Hospital Frei Damião, em João Pessoa, quando precisou fazer um cesariana de emergência e o parto foi antecipado. O bebê nasceu bem. O estado de Mika se agravou e ela precisou ser intubada. Ela passou semanas na UTI e, neste domingo (25), ela não resistiu e morreu sem comemorar quase 1 mês do filho. Mika era estudante de gastronomia.

Em sua última postagem grávida no dia 14 de março escreveu: “ Já estou ansiosa e ter que esperar dia 30 é o fim. Tinha que passar por isso pra saber o que é amor de verdade. Meu pedacinho! (SiC)”.

Comentários