Gilmar Mendes mantém Ricardo Coutinho proibido de se ausentar de João Pessoa

0
29

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou nesta quinta-feira (15) um habeas corpus impetrado pela defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) para derrubar a medida cautelar que impede o socialista se ausentar de João Pessoa.

Ricardo foi preso em dezembro de 2019 no âmbito da Operação Calvário, mas posto em liberdade.

A defesa alegou excesso de prazo na cautelar “sem que tenha sido recebida a denúncia da ação penal e sem a permanência de condições que a justifiquem, visto que os supostos fatos delituosos teriam se encerrado em 2018”.

O ministro, porém, não acatou os argumentos

Comentários