Governo federal abre nova rodada de contestação do Auxílio Emergencial

0
223

Trabalhadores informais e desempregados que tentam ser incluídos na nova rodada do Auxílio Emergencial podem contestar a negativa do benefício. De acordo com o Ministério da Cidadania, a medida é válida para quem teve o recurso negado na última lista ou foi notificado sobre a análise de seus dados pessoais.O prazo para contestação termina no dia 22.

No início da semana, trabalhadores que receberam a última parcela do benefício em dezembro e se encaixam nos critérios de elegibilidade, puderam recorrer. Segundo a pasta, o cidadão poderá conferir na página desenvolvida pela Dataprev se seu nome consta no novo lote de beneficiários liberado.

Saiba como recorrer

Para contestar, o trabalhador deverá acessar o Portal de Consultas e inserir os dados requisitados no campo “Solicitar Contestação”. O ministério ressalta que o sistema só aceitará critérios passíveis de reavaliação, como informações erradas ou desatualizadas, não sendo possível fazer novos pedidos.

Para a primeira rodada de pagamentos do benefício em 2021, 236 mil famílias foram incluídas. Os valores, que variam entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375, serão pagos em quatro parcelas.

Comentários