Três agências do Banco do Brasil são desativadas em João Pessoas após reestruturação da empresa

0
64

Em plena pandemia da Covid-19, quando as filas e aglomerações transformam as agências bancárias em um palco de contaminações do vírus, três agências do Banco do Brasil foram desativadas em João Pessoa e os prédios foram entregues nesta quarta-feira (8). Segundo informações obtidas pelo ClickPB, os clientes estão sendo informados via SMS, aplicativos, Internet Banking, terminais de autoatendimento, além de correspondências e cartazes nas agências sobre o fechamento.

Desde o ano passado que o Sindicato dos Bancários da Paraíba alertava sobre o risco de fechamento. Foram realizadas diversas paralisações, e a pressão a nível nacional, resultou a substituição do presidente do banco e a conquista na Justiça, da suspensão da extinção da função de caixa executivo.

Em entrevista ao ClickPB, o presidente da entidade, Lindonjhonson Almeida, explicou que entre as agências que tiveram as operações extintas estão: agência Parque Solon de Lucena, localizada no bairro de Tambiá, a agência do Jardim Cidade Universitária e agência Parque Solon de Lucena. Já em Campina Grande, a agência Jardim Paulistano, na Avenida Assis Chateaubriand foi extinta também.

Ele destaca que com a inativação dos serviços, a população será ainda mais prejudicada. “Se o caos já era uma realidade flagrante nas agências com superlotação, filas e aglomerações, agora é que irá se intensificar. Em plena pandemia, era para ampliar os serviços, contratar mais gente e diminuir as filas gigantescas que é uma tortura para clientes e os bancários, categoria que está na linha de frente do atendimento desde o início dessa crise sanitária”, avaliou.

O processo de fechamento dessas agências foi iniciado no início do ano, quando os funcionários foram informados acerca do caso. Agora em março, no último dia 22, o processo de desativação foi finalizado com o não atendimento dos clientes e demais serviços prestados.

Segundo dados obtidos pelo ClickPB, o estado passa a ter menos de 64 agências e 30 postos de atendimentos (PAAs) que ficam espalhados nos 223 municípios.

Comentários