Equipe policial de SE que participou de operação e matou empresário na Paraíba é afastada

0
3053

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) confirmou nesta segunda-feira (22) o afastamento de toda a equipe envolvida na operação de combate ao tráfico interestadual de drogas, que vitimou Gefferson Moura, de 32 anos, em Santa Luzia, no Sertão da Paraíba, no dia 16 de março.

Segundo a SSP, a equipe deve ficar afastada até o final do inquérito policial. A decisão foi tomada após o delegado-geral da Polícia Civil, Thiago Leandro, e o diretor do Departamento de Homicídios, Jonathas Evangelista irem até João Pessoa, capital paraibana, para colaborar com as investigações. Eles foram recebidos pelo delegado-geral da Paraíba, Isaias Gualberto.

A polícia paraibana ainda nomeou um delegado em caráter especial para investigar o caso. O prazo para conclusão das investigações é de 30 dias, podendo ser prorrogado. O Ministério Público da Paraíba também irá apurar o caso.

Entenda

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe disse que os policiais estavam há alguns dias em diversas partes do Nordeste monitorando um grupo suspeito de tráfico de drogas, para cumprir mandados de prisão, expedidos pela Justiça de Sergipe.

No dia 16, foi montado um bloqueio policial e vários veículos suspeitos foram parados. Um deles era o de Gefferson de Moura Gomes que, segundo a SSP, estava armado, esboçou uma reação e foi atingido. Ele chegou a ser encaminhado para uma unidade hospitalar, mas não resistiu.

A família da vítima informou que ele estava indo para Cajazeiras (PB) cuidar do pai, diagnosticado com Covid-19, quando foi surpreendido pela polícia sergipana.

O veículo e a arma de fogo foram apreendidos e apresentados pelos policiais na Delegacia Plantonista da cidade de Patos (PB).

Comentários