Calvário: Justiça mantém prisão de Pietro Harley e Edvaldo Rosas e manda para presídio em JP

0
325
Penitenciária Média de Mangabeira

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) decidiu, durante audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (4), manter as prisões preventivas decretadas na 11ª e 12ª fases da Operação Calvário. O empresário Pietro Harley e o ex-secretário de estado Edvaldo Rosas irão para a ala especial da Penitenciária Média Hitler Cantalice, em João Pessoa. Coriolano Coutinho, que já estava preso no local, continua detido.

As novas fases da Operação Calvário foram deflagradas na manhã desta quinta-feira (4). Ao todo, foram expedidos 28 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva, em João Pessoa, Cabedelo, Campina Grande, Taperoá, assim como em Brasília (DF), Florianópolis (SC) e São Paulo (SP). Os mandados de prisão foram cumpridos contra Coriolano Coutinho, que já estava preso, Pietro Harley e José Edvaldo Rosas.

As investigações apontam a ocorrência de fraudes em licitações, contratos e desvios na compra de livros e outros materiais para a Educação da Paraíba, ocorridos durante a gestão de Ricardo Coutinho. O Gaeco pede o ressarcimento aos cofres públicos superior a R$ 3 milhões.

O advogado Gustavo Botto, que representa Pietro Harley e Edvaldo Rosas, disse que os clientes negam as acusações.

Na primeira denúncia foram incluídos o ex-governador Ricardo Coutinho; o irmão dele, Coriolano Coutinho; o ex-procurador geral do Estado Gilberto Carneiro; a ex-prefeita do Conde, Márcia Lucena; a ex-secretária de Administração Livânia Farias (Colaboradora), o ex-secretário executivo do Turismo, Ivan Burity (Colaborador); Leandro Nunes (Colaborador); o ex-presidente estadual do PSB, José Edvaldo Rosas; Maria Laura (Colaboradora); Aparecida de Fátima Uchôa Rangel; Wladimir Neiva; Jadson Alexandre; Marcos Aurélio Paiva; Raul Maia; o empresário Pietro Harley; e o ex-secretário de Saúde, Waldson de Souza.

Na segunda denúncia são alvos: Coriolano Coutinho; o empresário Pietro Harley; Camila Gabriella; Ednazete Raulino; Josefa Dias Barros; José Wamberto de Lima Barros; Patrício Farias Leite; Patrício Freires de Lima; Geruza Benedita de Carvalho; Luiz de Sousa Júnior; Ivo Peron Rocha; Carlos Antônio Rangel Júnior; Kallina Lígia Palitot; Maria Lídia Rezende; Givanilda Nicolau Diniz; Gilberto Cruz de Araújo e Givago Correia Barbosa.

Comentários