Ricardo Barbosa assume liderança do Blocão na ALPB, projeta apoio de mais deputados e discutirá formação das comissões

0
19

O deputado Ricardo Barbosa assumiu a liderança do Blocão na Assembleia Legislativa da Paraíba. Ele foi sucedido na liderança da base governista pelo deputado Wilson Filho, após diálogo do grupo com o governador João Azevêdo de promover o rodízio no comando da bancada aliada. Estarão no Blocão 26 parlamentares, disse Ricardo Barbosa em entrevista ao Arapuan Verdade, nesta terça-feira (2).

A lista dos apoiadores foi publicada na edição desta terça-feira do Diário do Poder Legislativo. Os aliados atribuem a Ricardo Barbosa a firmeza e competência em liderar. “Continuarei trabalhando muito pela Paraíba e pela unidade de todos os integrantes da ‘Casa do Povo’ nessa honrosa e dignificante missão que acaba de me ser confiada. Agora, é somar força e esforços com o presidente Adriano Galdino e com líder do Governo para que possamos continuar contribuindo com o desenvolvimento da Paraíba e com as ações próprias da Casa de Epitácio Pessoa. O importante é o esforço conjunto visando os melhores resultados dessa nossa atuação parlamentar”, comentou.

“O Diário do Legislativo já sai com a minha indicação para a liderança do bloco da maioria, formado por 26 dos 36 parlamentares. Não tem mais aquela história de G11, G9, G10… Agora tem o bloco da maioria e o bloco da minoria. E eu mereci a honra e a confiança de ser o líder do bloco da maioria, que integra 26 deputados e mais de uma dezena de partidos. Isso foi estabelecido desde que eu fui convidado pelo governador João Azevêdo para a liderança do governo”, explicou Ricardo Barbosa ao Arapuan Verdade.

Questionado sobre o aumento da base, o deputado disse que “Manoel Ludgério e Bosco Carneiro já estão na base. O PP ainda não está integrando o bloco da maioria. Essa bancada eu creio que aumentará nos próximos dias”, completou Ricardo Barbosa, lembrando também que alguns parlamentares do PSB ainda vão discutir se o apoiam.

Comissões

Segundo o deputado Ricardo Barbosa, “a representação das comissões será assim: o bloco da maioria terá nas comissões temáticas de sete membros, cinco (parlamentares), e o bloco da minoria composto pelos deputados da oposição, dois (parlamentares). Portanto, na Comissão de Constituição e Justiça serão cinco deputados ou deputadas da base do governo e dois deputados da oposição. Nas comissões de cinco membros, elas terão a participação de quatro deputados da base, do bloco da maioria, e um da oposição.”

Comentários