Polícia Civil prende sete pessoas por pedofilia na cidade de Areia

0
52

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Areia, deu cumprimento a sete mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário, referentes a pessoas investigadas por crimes de pedofilia e estupro de vulnerável. As prisões foram realizadas na manhã desta quarta-feira (23), por policiais da delegacia local e da 12ª Delegacia Seccional de Polícia Civil (sede em Esperança).

De acordo com o delegado Gilson Teles, os sete alvos são suspeito de cometer crimes sexuais em ambiente familiar, fazendo como vítimas seus próprios filhos, sobrinhos e crianças em outros graus de parentesco. A “Operação Lobos Temporais”, como ficou denominada, teve a participação de 30 policiais civis e alcançou todos os homens que estão sob investigação no caso.

“Foi uma operação 100% cumprida. Já na noite de ontem, prendemos o primeiro suspeito e demos continuidade ao trabalho na manhã de hoje, com a prisão de mais cinco procurados. O sétimo alvo é uma pessoa que já estava detida por outros crimes”, disse o delegado Gilson Teles.

As seis pessoas capturadas foram encaminhadas à delegacia de Areia, para serem ouvidas. Em seguida, serão levadas a uma unidade prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

Operação Lobos Temporais

Segundo alguns estudos científicos que se debruçam sobre pedofilia, o desejo sexual por crianças pode estar relacionado a determinadas lesões nos lobos temporais, área do cérebro humano responsável por diversas funções, dentre elas o comportamento emocional.

Comentários