Prédio é interditado e moradores deixam o local após risco de desabamento no bairro de Manaíra, em João Pessoa

0
111

O prédio interditado após ameaça de desabamento segue sem previsão de ser liberado. Até a tarde desta quinta-feira (10) o local permanece isolado e uma vistoria dos fiscais da Defesa Civil será concluída para só então os moradores terem acesso ou não ao local.

Em entrevista, Nóe Estrela, coordenador da Defesa Civil., explicou que o local corre risco em sua estrutura e que todos os procedimentos de avaliação estão sendo realizados para saber o que ocasionou o estrondo relatado pelos moradores.

O prédio que tem mais de oito andares e 23 anos, localizado na Avenida Sapé, no bairro de Manaíra foi alvo de abalos e os barulhos foram sentidos pelos moradores que acionaram equipes do Corpo de Bombeiros. Ao chegarem no local foi adotado os protocolos de segurança com o esvaziamento do local e da caixa d´água de mais de 5 mil litros, esse último como medida de segurança, para ajudar a amenizar o peso sobre estrutura.

Segundo informações da Defesa Civil, o prédio permanecerá interditado até que o laudo identifique as causas do estrondo e o abalo nas estruturas de concreto que está perceptível aos olhos, com colunas apresentando rachaduras e danificações em sua estrutura.

Para garantir a segurança da vizinhança no entorno do imóvel, que tem mais de duas décadas de construção, os acessos ao prédio também estão bloqueados para realização de vistoria no imóvel.

Comentários