Campina Grande começa a receber doses da vacina chinesa contra covid-19 na segunda quinzena de dezembro

0
2036

Campina Grande deve receber doses da vacina CoronaVac para imunização da população contra a Covid-19 na segunda quinzena de dezembro, sendo um dos primeiros na Paraíba com as doses. A informação foi confirmada, nesta terça-feira (1º), pelo secretário de Saúde do município, Filipe Reul.

O número de doses e o grupo prioritário ainda não foi anunciado pelo Ministério da Saúde. Segundo o secretário, ele aguarda mais detalhes do Governo Federal acerca dessas decisões.

Contudo, o Ministério da Saúde vem divulgando que a prioridade na vacinação será das pessoas que têm mais risco de contrair a Covid-19 e sofrer com sintomas graves.

Filipe Reul informou que “existe uma previsão do Ministério da Saúde começar a fazer o envio do primeiro lote na segunda quinzena de dezembro. Essa semana teremos uma informação oficial com todos os detalhes.”

A CoronaVac passou por todos os procedimentos de pesquisa científica, testagem, inclusive com voluntários em São Paulo, e aguarda autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para ser distribuída.

O secretário repassou a informação da distribuição, baseado na conversa que teve com o ministro Eduardo Pazuello, em Brasília.

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba disse que ainda não tem nenhuma confirmação de aquisição de vacinas por parte do Governo Federal.

O Ministério da Saúde informou que tem acordos contratuais para aquisição da vacina de Oxford, do laboratório AstraZeneca com o consórcio internacional Covax Facility. “A pasta informa que, até o momento, possui acordos contratuais para o possível acesso a 142,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, com o laboratório AstraZeneca e com o consórcio internacional Covax Facility.”

O MS também disse “que os contratos de compra das vacinas contra a Covid-19 somente poderão ser assinados após registro na Anvisa e devida incorporação ao Sistema Único de Saúde (SUS).”

O Ministério declarou que a vacinação contra a Covid-19 seguirá os trâmites já realizados nas campanhas de vacinação do SUS. “O país, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), conta com grande expertise na realização de campanhas de imunização e esse conhecimento, inclusive na logística, será utilizado na vacinação contra a Covid-19 – que seguirá os trâmites já realizados nas campanhas de vacinação do SUS.”

Com Click PB

Comentários