Desembargadores Leonardo Trajano e Thiago Andrade são eleitos presidente e vice do TRT da Paraíba; posse acontece em janeiro de 2021

0
16

Os novos dirigentes para a gestão 2021/2023 do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) foram eleitos, nesta quinta-feira (22), em Sessão Administrativa telepresencial. A eleição foi conduzida pelo atual presidente, desembargador Wolney de Macedo Cordeiro. Os desembargadores Leonardo José Videres Trajano e Thiago de Oliveira Andrade são os novos presidente e vice-presidente e corregedor do Regional. A sessão teve transmissão pelo Youtube,

É a primeira vez que dois integrantes do Quinto Constitucional são eleitos presidente e vice do Tribunal. O destaque foi feito pelo presidente do TRT, reforçando que o feito “vai entrar para a história do Regional”. O desembargador Leonardo Trajano é oriundo da classe dos advogados e o desembargador Thiago Andrade, do Ministério Público do Trabalho. “Desejo aos eleitos toda sorte na gestão que se iniciará no dia 7 de janeiro de 2021”, disse Wolney Cordeiro.

Perfis

O presidente Leonardo José Videres Trajano tem 46 anos de idade, graduou-se em Direito pela Universidade Federal da Paraíba, no ano de 1996. Foi sócio responsável pelo contencioso e consultivo trabalhista de Nóbrega Farias e Trajano Advogados Associados entre 1997 e 2012. É desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região desde o dia 12 de novembro de 2012 representando o quinto constitucional da advocacia. Exerceu as funções de ouvidor e presidente da 1ª Turma de Julgamento, no biênio 2015/2016. Foi presidente da Comissão de Informática e do Comitê Regional do Processo Judicial Eletrônico nos biênios 2015/2016 e 2017/2018. Presidente do Comitê Prioritário de Atenção ao Primeiro Grau no biênio 2017/2018.

Thiago de Oliveira Andrade, nasceu em João Pessoa. Formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Pós-Graduado em Direito Processual Civil pela Faculdade Integrada do Recife. Foi aprovado em concurso público para o Tribunal do Trabalho de Pernambuco para o cargo de Técnico Judiciário, onde atuou por cinco anos. Aprovado em primeiro lugar em concurso público para o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba para o cargo Analista Judiciário, onde atuou por três anos. No ano de 2010 foi aprovado para o cargo de Procurador do Ministério Público do Trabalho, nomeado para exercer a função em Barreiras, na Bahia, onde coordenava a Procuradoria e exercia a vice-coordenadoria regional da Conaete (Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo. No TRT da Paraíba, assumiu o cargo de Desembargador Federal na vaga do quinto constitucional destinada ao Ministério Público do Trabalho. No biênio 2017/2018 exerceu o cargo de Ouvidor do TRT13. Atualmente exerce o cargo de Diretor da Escola Judicial do Regional. Turmas de Julgamento e Escola Judicial.

Na sessão administrativa telepresencial foram escolhidos os demais desembargadores que vão integrar a gestão a partir de janeiro de 2021. A Primeira Turma de Julgamento será composta pelos desembargadores Paulo Américo Maia de Vasconcelos Filho (presidente), Ana Maria Ferreira Madruga, Carlos Coelho de Miranda Freire e Eduardo Sergio de Almeida.

A Segunda Turma será composta pelos desembargadores Francisco de Assis Carvalho e Silva (presidente) e pelos desembargadores Edvaldo de Andrade, Ubiratan Moreira Delgado e Wolney de Macedo Cordeiro.

Para a diretoria da Escola Judicial foi eleito o desembargador Wolney Cordeiro e o juiz Adriano Dantas como vice-diretor.

Ouvidoria

– Desembargador Edvaldo de Andrade (ouvidor)

– Desembargador Eduardo Sergio (ouvidor substituto)

Comissão de Jurisprudência

– Desembargador Ubiratan Delgado (presidente)

– Desembargadora Ana Maria Madruga

– Desembargador Paulo Maia

Comissão de Regimento Interno

– Desembargador Francisco de Assis Carvalho (presidente)

– Desembargador Edvaldo de Andrade

– Desembargador Ubiratan Delgado

Comissão de Vitaliciamento

– Desembargador Eduardo Sergio (presidente)

– Desembargador Carlos Coelho

– Desembargadora Ana Madruga

Comissão da Revista

– Desembargador Wolney Macedo (presidente)

– Juiz Paulo Henrique Tavares da Silva

– Juiz Adriano Dantas

Comentários