Nilvan Ferreira sofre atentado em bandeiraço na orla marítima de João Pessoa

0
2673

A campanha em João Pessoa mal começou, mas o clima da disputa já está acentuado. Durante atividade pública na orla da capital, Nilvan Ferreira (MDB) ao lado de sua militância promovia adesivagens em carros e o contato com transeuntes quando o motorista do veículo com placa de João Pessoa – MOW 1562 – sacou uma arma em direção ao candidato e militantes próximos, promovendo ameaças e agressões verbais. O condutor do carro ainda não foi identificado.

Ainda segundo informações do local, os disparos não foram efetuados, pois no momento em que a arma foi sacada contra o candidato, as pessoas avançaram em direção ao carro para proteger Nilvan. A ação assustou o condutor armado que saiu imediatamente do local.

Depois da ação, o indivíduo arrancou com o carro do local em seu carro. Logo em seguida Nilvan se dirigiu para a Central de Polícia, onde prestou boletim de ocorrência da Central de Flagrantes. Sobre o episódio, o jornalista, conhecido por suas posições combativas na cidade, lamentou pelo ocorrido, disse que já esperava hostilidades contra sua candidatura, mas não nessa proporção. Ele ainda garantiu que seguirá fazendo campanha sem medo de enfrentar os desafios da disputa eleitoral.

“Nós já sabíamos que nossa campanha estava incomodando muita gente, tanto que tentaram de todas as formas nos impedir de chegar até aqui, mas seguimos várias pessoas em risco, é algo fora de qualquer lógica, foi um ato extremamente lamentável. De nossa parte, seguiremos promovendo nossa caminhada nessa campanha com propostas e levando a mensagem da mudança. Não temos medo, nunca tivemos e seguiremos ao lado do povo para mudar essa cidade. João Pessoa não tem dono, ela é do seu povo e nós vamos devolver essa cidade para as pessoas”, afirmou Nilvan Ferreira sobre o episódio.

Ainda segundo informações do local, os disparos não foram efetuados, pois no momento em que a arma foi sacada contra o candidato, as pessoas avançaram em direção ao carro para proteger Nilvan. A ação assustou o condutor armado que saiu imediatamente do local.

Comentários