População denuncia que Prefeitura de Juazeirinho teria usado terra de cemitério como aterro

0
97

O caos administrativo pelo qual atravessa a cidade de Juazeirinho, localizada no Seridó paraibano, não poupa nem mesmo os mortos. Moradores da cidade denunciaram e publicaram imagens, nesta segunda-feira (25), nas redes sociais, mostrando o total abandono do Cemitério local, que abriga caixões espalhados com restos mortais fora dos túmulos.  

“Fui a um sepultamento e encontrei caixões jogados no meio do cemitério, tivemos um susto”, relatou um morador. 

Outra denúncia que vem repercutindo nas redes sociais trata da retirada de terra do Cemitério, através de máquinas, para ser usada possivelmente como aterro em obras públicas. Algumas famílias que tiveram parentes lá sepultados se dizem indignadas, já que no meio da terra estão cruzes, coroas, pedaços de caixões e outros objetos. 

“É lamentável o que acontece em Juazeirinho na atualidade. Descaso com os vivos e também com os mortos”, destacou o líder comunitário Cicero Silva, acrescentando que recentemente a Prefeitura estava aterrando com terra de Cemitério um terreno no conjunto Arnaldo Lafaiete. 

Outro morador que preferiu não se identificar, disse que parte da terra já foi usada e o que sobrou foi retirada, depois da repercussão do assunto. “Isso é uma tremenda falta de respeito para com nosso povo e, principalmente, para com familiares falecidos, que tiveram seus restos mortais tirados do Cemitério”, disse.

Assessoria

Comentários