Estudante de medicina da Paraíba desenvolve dispositivo que pode reduzir o número de mortes em acidentes automobilísticos

0
40

O estudante de medicina, Milton Cabral de Melo, desenvolveu um dispositivo que promete salvar vidas em atendimento pré-hospitalar, estabilizando pacientes instáveis com fraturas pélvicas, que ocorrem nos ossos da bacia. O equipamento foi totalmente produzido pelo aluno, com o objetivo de diminuir o número de mortes em acidentes automobilísticos.

O dispositivo funciona pressionando as estruturas ósseas e tecidos moles da região do quadril, dando estabilidade e segurança no manejo da cena do acidente ao Hospital. Segundo Milton Cabral, é regulável e apresenta fixação com talas laterais removíveis para adaptação ao biótipo do paciente.

Ele explicou que as fraturas nos ossos pélvicos (ossos da bacia) podem gerar lesões em grandes vasos que passam próximos a esses ossos provocando assim hemorragias internas e instabilidade hemodinâmica. “Que pode levar o paciente a um choque hipovolêmico e em poucos minutos óbito. Com o equipamento pretendemos diminuir a taxa de mortalidade observada em indivíduos que são acometidos por esse tipo de lesão principalmente em acidentes automobilísticos”, destacou.

O projeto do dispositivo foi patenteado pelo autor e posteriormente apresentado no Congresso Paraibano de Medicina de Emergência. A intensão do criador do dispositivo é doar a patente ao Ministério da Saúde. Milton, que cursa o sétimo período de medicina no UNIPÊ, ressaltou que o seu sonho é que todas as ambulâncias do país possam contar com a ajuda desse instrumento que salva vidas.

Comentários