Dez filhotes de cães farejadores são treinados pela PM para auxiliar em operações contra o crime na Paraíba

0
4

Dez filhotes dos cães farejadores que acompanham a Polícia Militar da Paraíba estão em treinamento para auxiliar a PM nas operações contra o crime organizado. De raças famosas pela atuação na área como pastor-belga Malinois e labrador retriever, três dos filhotes já estão em fase avançada e treinam em ambientes externos para se adaptarem ao barulho, temperatura e movimentação dos locais que irão atuar. Os animais pertencem ao Canil do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e devem ficar prontos para atuar daqui a 18 meses.

Os outros sete, por terem ainda dois meses de vida, por enquanto só participam de atividades dentro da sede do Canil do Bope, que fica em Cabedelo.

O faro dos cães está sendo preparado para localizar drogas, armas, explosivos e outros objetos de crimes. Cada fase dos treinamentos é feita por policiais que são capacitados para o emprego de cães em operações de segurança pública. Eles analisam anatomia, comportamento, psicologia e a fisiologia canina até declarar que os animais estão prontos para auxiliar a PM contra o crime na Paraíba.

O comandante do Canil do Bope, capitão Deuslânio Menezes, destacou que os cães são filhotes dos próprios cachorros que fazem parte da unidade. “Eles são descentes de cães que se destacam em operações contra o tráfico e outros crimes e possuem excelente genética. Foram duas ninhadas e esses filhotes estão passando por fases de testes que vão apontar a aptidão deles para serem cães policiais e seguirem o legado dos pais contra o crime”, disse.

Comentários