Casas da cidadania de João Pessoa reabrem no dia 22 e anunciam mutirão para atender demanda

0
828

Os trabalhos nos postos da Casa da Cidadania de João Pessoa vão voltar no dia 22 de setembro nos shoppings de Tambiá e Manaíra. Mas, para minimizar a demanda acumulada pelos meses sem atendimento, já no dia 21 será iniciado em paralelo um mutirão no Espaço Cultural para quem quiser dar entrada na primeira ou segunda via de documento oficiais.

William Tejo, que é o gerente das casas da cidadania na Paraíba, explica que o mutirão vai respeitar alguns limites e alguns cuidados para tentar minimizar a disseminação do coronavírus entre a população. Serão distribuídos apenas 150 senhas diárias e no local serão colocados frascos de álcool em gel para os presentes.

Ele informou também que o acesso ao interior do espaço onde o documento será realizado será controlado, de forma que um usuário só entra quando aquele que estiver dentro sair. E todos terão a temperatura aferida antes do acesso ser autorizado. A fila deve ser iniciada a partir do estacionamento do Espaço Cultural.

O atendimento vai ser realizado pela manhã, das 8h às 12h. Mas as fichas começarão a ser distribuídas a partir das 6h.

O mutirão vai durar duas semanas e se estende até 2 de outubro. Esse mesmo tipo de mutirão, inclusive, está programado para acontecer em Campina Grande, no Colégio Estadual da Prata, a partir da primeira semana de outubro.

Casas da cidadania

As casas da cidadania de João Pessoa, por sua vez, serão reabertas no dia 22. Mas ao contrário do multirão, em que o atendimento vai ser por ordem de chegada, nas casas o atendimento será exclusivamente por agendamento prévio pelo site do Governo da Paraíba.

William Tejo, no entanto, explicou que neste período de fechamento houve um processo de modernização do sistema de atendimento, de forma que agora será usado a biometria para registrar as impressões digitais de quem, por exemplo, vai tirar o RG.

Antes, o usuário precisava sujar os dedos com tinta para marcar as digitais, mas isso não será mais necessário.

Ele informou também que as casas da cidadania espalhadas pelo interior da Paraíba vão ser reabertas na medida em que os respectivos planos de flexibilização permitir isso.

Comentários