CRM-PB interdita eticamente o Hospital de Ortotrauma de Mangabeira em João Pessoa

0
50

O Hospital de Ortotrauma de Mangabeira, em João Pessoa, foi interditado eticamente pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) nesta sexta-feira (28) por falta de condições de trabalho aos médicos da unidade. A interdição começa a valer a partir da 0h deste sábado (29).

O G1 entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa (SMS), mas até a publicação desta reportagem não havia resposta sobre os problemas identificados pelo CRM que resultaram na interdição ética do hospital.

O diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, explicou que a interdição ética impede que o hospital receba novos pacientes. “A interdição feita pelo CRM da Paraíba não vai comprometer os pacientes que já estão internados, as cirurgias que devem ser realizadas, ela impede o ingresso de novos pacientes”, explicou.

O CRM da Paraíba havia feito uma vistoria no hospital, conhecido popularmente também como Trauminha, na segunda-feira (24) e identificado uma série de irregularidades.

Conforme o CRM-PB, foi identificado que as escalas médicas da área vermelha, verde e emergência estão desfalcadas nos fins de semana. Além disso, as enfermarias da ala de ortopedia estão irregulares, com falta de lençóis, falta de higiene, banheiros com defeitos, presença de baratas e pacientes aguardando cirurgias.

O órgão havia informado que se a direção do hospital não entregasse a escala médica da área vermelha, verde e emergência, poderia haver a interdição do hospital.

Comentários