Paraibana de 25 anos é morta em tiroteio no Rio ao proteger o filho de 3 anos

0
2412

A paraibana Ana Cristina da Silva, de 25 anos, natural do município de Serra Redonda, no Agreste paraibano, morreu ontem (26), no Rio de Janeiro após ser atingida por dois tiros durante tiroteio entre facções.

Ela seguia para o trabalho com o filho de 3 anos quando ficou no meio do fogo cruzado. Para proteger a criança, a atendente teria se jogado sobre o menino.

Ela chegou a ser encaminhada para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu aos ferimentos.

Comentários