TRE-PB realiza manutenção preventiva em urnas eletrônicas para identificar problemas

0
23

O secretário José Cassimiro, do setor Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), afirmou, nesta sexta-feira, que técnicos do setor estão realizando um intenso trabalho de prevenção em 9.715 equipamentos, como urnas eletrônicas e periféricos, para identificar e resolver eventuais problemas nas máquinas.

“Estamos próximos a conclui o segundo ciclo de manutenção preventiva das urnas eletrônicas. Essa manutenção preventiva consiste em a gente submeter todos os equipamentos a testes exaustivos para verificar todos os componentes, desde os componentes da placa mãe, que é o principal do equipamento, até os periféricos, como teclado, monitor. Tudo o que funciona na urna eletrônico será testado para sabermos se está com defeito ou se está começando a apresentar algum defeito”, explicou Cassimiro.

“Para as eleições deste ano são 9.715 equipamentos que estão ao nosso dispor. A gente testa um por um para que a gente possa encontrar eventuais problemas e resolver antes das eleições. Nós estamos trabalhando para que no dia da eleição 100% das urnas estejam funcionando e sem atropelo para os eleitores que se farão presentes para escolher seus representantes nessas eleições municipais!”, afirmou.

“Esses testes visam garantir que os equipamentos estejam em perfeitas condições e para que a gente possa diminuir a quantidade de equipamento que sempre apresentam defeitos no decorrer do pleito. Que muitas vezes atrasa um pouquinho a votação e gera fila nas sessões de votação. Estamos trabalhando de maneira mais intensiva para deixar os equipamentos ainda mais confiáveis”, disse.
Foto: Divulgação?YouTube/Urnas eletrônicas testes

O setor de TI do TRE já realizou o primeiro ciclo de manutenção de prevenção esse ano, que começou em janeiro e terminou em março. O segundo ciclo teve início em meados de junho e está sendo concluído agora em agosto. “E já estamos iniciando o processo para o terceiro ciclo para que a gente possa testar mais uma vez todos os equipamentos, será um teste em 100% dos equipamentos”, informou José Cassimiro.

Comentários