Juiz derruba liminar e confirma eleição indireta para Prefeitura de Bayeux para esta quinta (13)

0
14

Uma nova decisão judicial garantiu para esta quinta-feira (13) a eleição indireta para a Prefeitura de Bayeux, na Grande João Pessoa. Assim, o pleito deve se iniciar já no turno da manhã. A decisão é do juiz Francisco Antunes Batista, que tornou sem efeito uma decisão anterior que tinha suspendido a disputa.

Ele atendeu a um mandado de segurança do vereador Adriano Martins de Lima, que é candidato a vice-prefeito na chapa da também vereadora Luciene de Fofinho.

As eleições tinham sido convocadas depois que o prefeito Berg Lima renunciou oficialmente ao cargo. Ele já estava afastado de suas funções, mas com a renúncia a vacância foi oficializada.

Berg renunciou em 14 de julho. No dia 6 de agosto, o edital foi publicado convocando as eleições indiretas. Seis chapas foram inscritas, mas uma dela foi parcialmente indeferida. Isso porque o atual presidente da Câmara, Inaldo José da Costa Andrade, se inscreveu como candidato a prefeito tendo Lucília Freitas como candidata a vice.

Lucília, contudo, deve sua candidatura impugnada. Porque seu partido, o Democratas, não autorizou a sua candidatura, o que é exigido pela legislação eleitoral. Inaldo então precisou substituir o seu vice, mas Lucília pediu a suspensão das eleições alegando que não houve tempo hábil para a juntada de documentos. Ela pedia um prazo maior de inscrições.

Inicialmente, o caso foi para o Plantão Judicial e o pedido foi deferido. Mas Adriano entrou com um pedido de reconsideração, que acabou sendo acatado, confirmando as eleições.

O novo prefeito será eleito pelo voto indireto dos vereadores da cidade e vai comandar a cidade até 31 de dezembro.

Comentários