Intolerância religiosa: Imagem da Virgem Maria é queimada no município de Paulista, na Paraíba​

0
601

Uma imagem da Virgem Maria foi alvo de ato de vandalismo, no Centro do município de Paulista, no Sertão da Paraíba. O caso foi registrado na segunda-feira (03). Em um vídeo publicado nas redes sociais, quatro pessoas aparecem ao redor da imagem em chamas. Durante o momento que a imagem estava em chamas foi possível ouvir pessoas pronunciando cânticos.

Uma das pessoas responsáveis pelo vandalismo, uma mulher, já foi identificada. A intolerância religiosa se caracteriza pela incapacidade de aceitar e respeitar a religião ou crença do outro. Ela se configura pela discriminação, violência física e ideológica, ou qualquer ato que fira a liberdade de culto.

Atos como desse tipo estão no Código Penal. O artigo 208 afirma que “escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”. A pena é de detenção, de um mês a um ano, ou multa.

Comentários