Corpo do deputado Genival Matias é sepultado em Juazeirinho

0
30

O corpo do vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Genival Matias, foi sepultado, na manhã desta terça-feira (21), no município de Juazeirinho, no Seridó paraibano. Genival Matias faleceu no último domingo (19), em Pernambuco, após sofrer um mal súbito enquanto pilotava uma moto aquática, na praia de Serrambi.

Após velório realizado na sede da ALPB, em João Pessoa, nessa segunda-feira (20), o corpo do parlamentar seguiu para a cidade de Juazeirinho, onde o velório teve continuidade no Ginásio de Esportes da Escola Marechal Almeida Barreto. Às 11h, o corpo do parlamentar seguiu em um carro do Corpo de Bombeiros até o Cemitério Cônego Virgínio Stanislau Afonso, onde foi sepultado.

O presidente Assembleia, deputado Adriano Galdino, que participou ontem do velório em João Pessoa, ressaltou a amizade que mantinha com o seu vice e a lacuna que Genival deixa na política paraibana.

“Genival Matias era um político que dialogava com todos, sempre buscando o melhor para o Estado. Uma dessas figuras que irão fazer falta pela sua capacidade de articulação e sua incansável trajetória de buscar uma Paraíba mais justa para todos”, resumiu.

Para o deputado Nabor Wanderley, Genival Matias fará uma enorme falta com sua precoce partida, pois, na Assembleia, era um amigo de todos, um conciliador e bom conselheiro.

“Um amigo para todas as horas. Genival foi aquele a quem todos consultavam antes de tomar qualquer decisão, uma pessoa muito presente. Sempre agiu com muito respeito e com muita seriedade diante dos problemas do nosso estado”, desabafou Nabor. O deputado externou sua solidariedade aos familiares e toda a população do município de Juazeirinho. “Perdemos um irmão e fica a sua história”, concluiu.

“Um político admirável e inteligente. Um colega parlamentar que sempre esteve à disposição para ajudar, sempre preocupados com as ações da Assembleia”, afirmou o deputado Dr. Érico ao lembrar-se do amigo.

Dr. Érico ressaltou ainda que ao chegar à Assembleia, em seu primeiro mandato, teve em Genival Matias uma pessoa com quem sempre pôde contar.

“Esse foi o legado que Genival nos deixou por ser nosso amigo, por ser atuante e quem perde com tudo isso é a Casa Epitácio Pessoa e nos deixa como lição a escolha da política como forma de fazer o bem ao povo”, declarou o deputado.

Genival tornou-se deputado estadual em 2010, pelo Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB), foi reeleito em 2014 e chegou ao terceiro mandato em 2018 com 26.777 votos, pelo Avante, partido que ocupava a presidência estadual.

Comentários