Idosa de 71 anos interrompe tratamento para Covid-19 e ‘foge’ de hospital na Paraíba

0
926

Uma mulher de 71 anos decidiu interromper o tratamento que estava recebendo para a Covid-19 no Hospital Municipal Pedro I, em Campina Grande, na noite de terça-feira (7). De acordo com Secretaria de Saúde do município, a paciente encerrou a sua internação e, apesar da recomendação da equipe médica, decidiu ir embora do hospital.

Segundo a secretaria, a paciente se encontrava em estado de saúde estável na ala da geriatria, estava consciente e orientada. Ela retirou os dispositivos e informou ao médico e à enfermagem que iria para casa, e desconsiderou os esclarecimentos dados sobre a gravidade e saiu da unidade hospitalar.

O setor de Serviço Social fez contato com os familiares e informou sobre a situação. A direção do Hospital Municipal Pedro I informou ao G1 que vai registrar um boletim de ocorrência, já que a paciente não quis assinar um termo de responsabilidade e, caso ela não cumpra o isolamento social, pode colocar em risco outras pessoas.

A Portaria Interministerial 5/2020 garante que o serviço público possa instituir a internação compulsória em casos de Covid-19 como forma de proteger o indivíduo e a coletividade. A Secretaria de Saúde vai avaliar se será necessário acionar a legislação para fazer cumprir o tratamento da paciente.

“Nós lamentamos que a paciente tenha tido essa atitude porque a avaliação médica é soberana e esta doença é completamente nova e tem uma evolução muito rápida”, disse o secretário Municipal de Saúde, Filipe Reul.

Comentários