Polícia cria Força-Tarefa para investigar 30 homicídios no primeiro semestre no Sertão

0
41

Depois que Catolé do Rocha registrou 30 homicídios no primeiro semestre deste ano, a Polícia Civil resolveu criar uma Força-Tarefa para intensificar a investigação dos crimes ocorridos no município do Sertão paraibano.

A Força-Tarefa será composta por delegados, agentes de investigação, agentes operacionais e escrivães do Grupo Operacional Especial (GOE) e das 1ª e 2ª Superintendências Regionais de Polícia Civil da Paraíba, situadas em João Pessoa e Campina Grande, respectivamente.

Os policiais receberão o apoio logístico que for necessário aos trabalhos de investigação e elucidação dos CVLI’s (Crimes Violentos Letais e Intencionais), como armamentos, viaturas e outros equipamentos. As ações da Força-Tarefa ficarão sob a coordenação da 3ª Superintendência Regional de Polícia Civil, sediada na cidade de Patos.

De acordo com a portaria assinada pelo delegado geral da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto, a Força-Tarefa atuará em ações articuladas com o Ministério Público da Paraíba, Poder Judiciário e outras instituições que compõem o sistema de Segurança Pública e Defesa Social da Paraíba e do Rio Grande do Norte, estado que faz divisa com o território paraibano.

“O objetivo da Força-Tarefa da Polícia Civil é investigar e identificar os responsáveis por esses crimes, para apresentar os autores dos delitos à justiça”, declarou Isaías Gualberto.

Comentários