Caixa Beneficente vai acionar o Bradesco na justiça para que os descontos dos empréstimos consignados não sejam efetivados

0
2440

O banco Bradesco será acionado na justiça pela Caixa Beneficente dos Oficiais e Praças da Polícia Militar e Bombeiro Militar para que não desconte os valores dos empréstimos consignados dos militares estaduais, que foram surpreendidos neste sábado (27) ao verem suas contas com a previsão para a retirada do dinheiro.  A entidade exigirá que não seja feito o desconto já que a lei estadual 11.699/20, que desde o dia 4 de junho suspendeu na Paraíba a cobrança dos empréstimos consignados, contraídos pelos servidores públicos estaduais, durante o período de 120 dias

Se isso acontecer, será pedido o imediato estorno do dinheiro. A ação, entre outras providências, vai questionar a atitude do banco, pois viola claramente a lei estadual 11.699/20, que desde o dia 4 de junho suspendeu na Paraíba a cobrança dos empréstimos consignados, contraídos pelos servidores públicos estaduais, durante o período de 120 dias, ou seja, até 4 de outubro NENHUMA instituição bancária poderá praticar esse desconto.

*ACOMPANHE:* A Caixa Beneficente vai fazer uma live, às 14h, para explicar as providências que serão tomadas, as implicações jurídicas do caso e tirar dúvidas dos militares. A transmissão será feita pelo instagram da entidade: https://www.instagram.com/caixabeneficentepb/?igshid=1sckpdcwszt7c

O presidente da Caixa Beneficente, coronel Sobreira, repudiou a atitude do banco. “Além de um desrespeito à lei que está em pleno vigor, demonstra uma falta de sensibilidade tamanha, pois a suspensão da cobrança foi feita para que neste período de 120 dias as pessoas possam ter esse suporte financeiro para arcar com despesas decorrentes desse cenário provocado pela COVID-19, principalmente os inativos”, disse.

Comentários