Vereador apresenta sugestões para o plano de retomada econômica de João Pessoa e reabertura do comércio após crise do coronavírus

0
47

Através da coleta de ideias por parte da população de João Pessoa e de informações colhidas a partir do diálogo com os setores produtivos, o vereador Bruno Farias elaborou um plano que estabelece regras para possibilitar a reabertura gradativa de estabelecimentos comerciais e de serviços na capital paraibana, numa forma de contribuir com o comitê gestor da Prefeitura Municipal. Veja aqui o plano completo.

O vereador alerta, desde o início da pandemia, o Poder Público a respeito da grave crise econômica decorrente da Covid-19. “Cobrei, ainda no mês de março, a criação de um comitê de gestão de crise, bem como fiz reiterados apelos sobre a importância da realização de reuniões da PMJP com os setores produtivos da cidade. É preciso ressaltar que os segmentos econômicos, na elaboração final do Plano de Reabertura Gradual da Economia, além de serem simplesmente ouvidos, devem participar como protagonistas desse processo de flexibilização econômica, pois eles têm mais peso, expertise e legitimidade na hora de apresentar sugestões e medidas específicas para cada atividade. Como se sabe, são inúmeros os protocolos já criados por vários segmentos econômicos e que devem ser utilizados como base para a redação final do Plano de Retomada Gradual das Atividades Econômicas de João Pessoa”.

Bruno relata, ainda, que se sentiu no dever de participar mais ativamente na busca de soluções, pois encaminhou diversos questionamentos à PMJP que sequer foram respondidos: “Apresentei inúmeros requerimentos abordando a necessidade da realização das reuniões entre o Poder Público e a sociedade civil organizada. Além disso, cobrei, com veemência, a criação de um plano para a retomada das atividades econômicas. Diante do silêncio e necessidade premente dessas medidas, embora essa não seja uma competência minha, visto que essa iniciativa administrativa é de atribuição do prefeito, ouvi a população, mantive diálogo com representantes de entidades ligadas ao comércio, recebi ideias de setores produtivos da cidade, e, reunindo tudo isso, com base em pesquisas desenvolvidas por nosso mandato sobre iniciativas similares de outras cidades, estados e países, ofereço essas sugestões à PMJP para a confecção do planejamento estratégico de retomada econômica da cidade”.

O texto abrange as diversas atividades comerciais como shopping centers, bares e restaurantes (e similares), comércio de rua, atividades culturais, transporte público, atividades imobiliárias, escritórios de profissionais autônomos e liberais, entre outros, e regras para propiciar segurança sanitária, em respeito a critérios de distanciamento e observando a utilização de equipamentos de proteção e de produtos de higiene.

Para Bruno, o momento é um dos mais desafiadores enfrentados por João Pessoa. “Além da terrível crise de saúde que já levou a vida de centenas de pessoas em nossa cidade, agora também nos deparamos com uma retração econômica sem precedentes que em poucos meses teve o poder de destruir sonhos que foram construídos com muito suor e trabalho, em anos. Cadeias produtivas inteiras estão sendo dizimadas, muitas empresas nunca mais reabrirão. Por isso, é necessário a elaboração de um planejamento estratégico para que de forma segura possamos retomar gradualmente as atividades econômicas”.

O planejamento apresentado por Bruno parte da premissa de que todas as medidas e ações devem ter a preservação da vida em primeiro lugar, para isso 3 pontos são essenciais: Ampliar a testagem, manter o isolamento das pessoas que fazem parte dos grupos de risco e que toda população faça a sua parte de proteção individual como utilização de máscaras, álcool gel e mantenha o distanciamento social.

“Utilizamos como base o modelo de reabertura em 4 fases com ciclos de 14 dias para a mudança com base nos seguintes indicadores para validar os avanços gradativos: número médio de transmissão por infectados, curva de contágio e principalmente a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI. Seguindo esse planejamento, com segurança, podemos recolocar João Pessoa nos trilhos e voltarmos ainda mais fortes”, explica.

Pensando JP

Através da plataforma “Pensando JP”  (www.pensandojp.com.br), lançada por Bruno Farias, mais de 250 mil pessoenses foram impactados e centenas de ideias foram enviadas, contribuindo para um plano alinhado com a realidade da nossa cidade, entre os dias 20 de maio e 2 de junho de 2020. Foram selecionadas as mais contextualizadas com a realidade local e validadas por iniciativas exitosas similares aplicadas em outras localidades.

O Pensando JP apresenta uma visão macro para definição de métodos e critérios coletivos para retomada econômica. Ações atreladas ao conjunto da sociedade, entendendo que cabe ao poder público estabelecer pontes com os segmentos econômicos para confecção de regramentos específicos para cada atividade. Não sendo um movimento impositivo da gestão municipal. São inúmeros os protocolos já estabelecidos por entidades representativas que devem ser utilizados na produção do planejamento estratégico final.

Comentários