Mulher acusada de matar bebê ao ter parto em casa é presa e liberada após ordem da Justiça

0
27

A Polícia Civil prendeu a grávida acusada de matar o próprio bebê ao esconder da família o parto ocorrido no banheiro de casa e deixar a criança enrolada em uma toalha em caixa de papelão, dentro da residência. O fato aconteceu na sexta-feira (5), em Campina Grande, e a mulher já foi liberada por determinação judicial.

A Delegacia de Homicídios de Campina Grande efetuou a prisão dela após iniciar investigações dentro de 24 horas após o acontecimento.

A delegada Suelane Guimarães Souto, da Delegacia de Homicídios de Campina Grande, explicou que “a princípio, a genitora foi encaminhada pelo Samu à maternidade do Isea, onde ficou internada sob custódia policial, tendo alta na manhã do sábado (6). Logo que teve alta médica, ela foi presa e autuada em flagrante pela Polícia Civil, incursa no art.123 do Código Penal, que se refere a infanticídio.”

Ainda segundo a delegada, “a mulher foi submetida às perícias necessárias e recolhida à carceragem da Central de Polícia, mas ainda na tarde do domingo (7) a autuada foi posta em liberdade provisória por determinação judicial.”

Comentários