Bolsonaro quer liberar praias paraibanas e do país e incita desobediência a restrições

0
1774

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a Advocacia Geral da União (AGU) vai emitir um parecer favorável ao retorno das pessoas às praias, cujo acesso está fechado por causa da pandemia de covid-19. Segundo o presidente, quem for pego desobedecendo decretos estaduais e municipais por frequentar as praias poderá utilizar este documento para se defender.

“Se você for multado nos próximos dias por ir para a praia, você já sabe que poderá alegar que o governo federal deu parecer favorável, mas aí vai depender do juiz”, disse o presidente.

Na capital paraibana, por exemplo, está proibida qualquer atividade na faixa de areia das praias e no calçadão. Sendo assim, é proibido o banho de Sol, esportes e o comércio ambulante nas areias e nas calçadas.

A proibição de banho de mar e atividades na faixa de areia também acontece com as praias do Rio de Janeiro.

Nas praias do estado de São Paulo, também estão proibidas atividades nas faixas de areia, porém, o que se tem percebido é o desrespeito a essas medidas.

O presidente Bolsonaro incentiva a desobediência as medidas de isolamento social, no momento em que o país registra mais de 580 mil casos de covid-19 e mais de 32 mil óbitos.

Comentários