Menor preço do litro da gasolina em João Pessoa é encontrado por R$ 3,439

0
17

O bolso do consumidor sentiu a alta no preço da gasolina, que subiu nove centavos no menor preço em relação ao levantamento do Procon-JP do dia 18 de maio, quando estava R$ 3,349, agora o valor mais em conta é comercializado a R$ 3,439 (Extra – Bairro dos Estados) e o maior valor em R$ 4,209 (Ale – Geisel). Trinta postos reduziram o preço do produto, 33 aumentaram e 42 mantiveram o valor da pesquisa anterior.

O levantamento de preços para combustíveis do Procon-JP traz preços dos 105 postos que estão em atividade na Capital. Para a secretária Maristela Viana, os postos estão praticando o valor atual considerando o reajuste aplicado pelo Governo Federal no mês de maio. “Porém, a estabilidade no mercado continua e pode ser percebido pelo maior preço, R$ 4,209, que se mantém desde o dia 18 de maio. Vamos continuar com a pesquisa de preços para combustíveis a cada 15 dias para monitorar o mercado”.

Álcool – O menor preço do álcool continua a registrar leve queda já que na pesquisa anterior estava em R$ 2,879 e no dia 1º de junho registrou R$2,850 (Posto GF – Centro). O maior também mostrou redução, saindo de R$ 3,360 para R$ 3,299 (Ale – Bairro das Indústrias). Um posto aumentou o preço do produto, 70 mantiveram e 32 reduziram em relação ao levantamento do dia 18 de maio.

Diesel S10 – Quanto ao óleo diesel S10, o menor preço se manteve praticamente o mesmo em relação à pesquisa anterior: saindo de R$ 2,849 para R$ 2,850 (Extra –Bairro dos Estados). O maior, no entanto, mostrou redução, caindo de R$ 3,899 para R$ 3,499 (Posto Z – Jardim Cidade Universitária). Sete postos aumentaram, 09 reduziram e 76 mantiveram o preço do produto em comparação ao levantamento do Procon-JP do dia 18 de maio.

GNV – Já o menor preço do Gás Natural Veicular (GNV) se mantém em R$ 3,130 desde o dia 18 de maio em oito estabelecimentos que revendem o produto. O maior também continua o mesmo: R$ 3,719 (Posto Z – Jardim Cidade Universitária). Dos 11 postos visitados pela pesquisa do Procon-JP, 10 mantiveram o preço da pesquisa anterior e apenas um reduziu.

Comentários