Ministério nega atraso em recursos para a Saúde de Patos e servidores permanecem em greve

0
44

O Ministério da Saúde rebateu, por meio de nota, a afirmação do secretário de Saúde do município de Patos, Anderson Sostene, de que o governo federal teria atrasado repasse de recursos da atenção básica e que, por isso, os servidores da Saúde municipal estariam sem receber salários. Segundo o Ministério, todos os repasses federais estão regulares.

Em nota, o Ministério da Saúde informou ainda que, entre 2010 e 2014, houve “ampliação de 48% nos repasses para a Atenção Básica do município de Patos” e que em 2015 “até o mês de novembro, foram destinados R$ 11,4 milhões”.

Na nota, o Ministério disse também que: “os pagamentos da produção realizada nos municípios seguem os padrões estabelecidos e de conhecimento dos gestores locais, sendo creditados ao longo do mês seguinte à sua execução”.

Ainda segundo o ministério, no que se refere ao Piso de Atenção Básica (PAB) foram repassados R$ 2,2 milhões para o município de Patos até o mês de dezembro.

A reportagem tentou falar com o secretário de Saúde de Patos para que ele comentasse a nota do Ministério da Saúde, mas até o fechamento desta matéria as ligações não foram atendidas. As informações são do portalCorreio.com.br.

Comentários