Morre empresário Paulo Ferrer de Moraes, da engarrafadora Pitú, vítima de Covid-19

0
444

O empresário Paulo Ferrer de Moraes, conselheiro da empresa de aguardentes Pitú, morreu, na madrugada deste domingo (10), no Recife, aos 89 anos. Por meio de nota, a assessoria do grupo informou que ele teve complicações em decorrência da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Paulo Ferrer foi internado no dia 1º de maio e um hospital do Recife. Ele deixou cinco filhos, cinco netos e três bisnetos.

Segundo a assessoria do grupo, o enterro ocorrerá, em solenidade restrita à família, no Cemitério São Sebastião, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, onde o empresário nasceu e local da fundação da engarrafadora Pitú.

Ainda de acordo com a assessoria do grupo, Ferrer participava da rotina da empresa. Ele fazia parte da segunda geração de gestores do Engarrafamento Pitú e era filho do sócio fundador, Severino Ferrer de Moraes.

Durante 70 anos, o empresário participou do gerenciamento da empresa. Ele também foi dono do Engenho Cacimba, que produzia cana e fabricava cachaça para a engarrafadora.

Comentários