Suspeitos presos por aplicar golpe no valor de R$ 100 mil contra militar reformado teriam alcoolizado vítima para fazer saques

0
61

Os dois homens presos suspeitos de aplicar golpe em militar reformado do Corpo de Bombeiros teriam alcoolizado o homem e o induzido a sacar dinheiro em caixas eletrônicos. A prisão foi executada nesta segunda-feira (4), quando eles estavam dentro de uma agência bancária na Avenida Epitácio Pessoa, na Capital.

A dupla teria causado prejuízo de R$ 100 mil ao militar reformado, de 55 anos, ao realizar diversos empréstimos em seu nome, segundo informou o delegado Gustavo Carletto ao ClickPB.

A filha do aposentado denunciou o caso à Polícia Civil. Ela procurou a Polícia Civil após perceber que diversos empréstimos e saques que somam a quantia de quase R$ 100 mil foram feitos em nome do pai dela. Após a denúncia, a equipe da Delegacia de Defraudações e Falsificações da Capital descobriu que o militar reformado costumava consumir bebida alcoólica com a dupla suspeita.

A dupla planejava realizar um novo golpe na manhã desta segunda-feira. A equipe da DDF montou uma campana nas imediações da agência e conseguiu prender os dois suspeitos no momento que saiam do banco, com o militar reformado.

Os policiais ainda localizaram uma terceira pessoa que teria emprestado a própria conta bancária para ser usada como ‘laranja’ pelos suspeitos de praticar estelionato. Essa terceira pessoa foi levada para a delegacia, devolveu um valor não revelado pela polícia que foi depositado indevidamente em sua conta, e foi liberada.

Os dois suspeitos de atuar ativamente no golpe foram enquadrados em flagrante delito por crime de estelionato, previsto no artigo 171 no Código Penal Brasileiro.

Documentos de outras possíveis vítimas foram encontrados com a dupla.

Comentários