Primeiro paciente da PB descartado para o coronavírus recebe alta de hospital

0
111

Recebeu alta na noite deste domingo (1º) o paciente de 59 anos que foi descartado como primeiro caso suspeito de coronavírus na Paraíba. Ele estava internado no Hospital Clementina Fraga, em João Pessoa, desde o dia 25 de fevereiro. A informação foi confirmada pelo secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros.

Recebeu alta na noite deste domingo (1º) o paciente de 59 anos que foi descartado como primeiro caso suspeito de coronavírus na Paraíba. Ele estava internado no Hospital Clementina Fraga, em João Pessoa, desde o dia 25 de fevereiro. A informação foi confirmada pelo secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros.

O paciente esteve no Norte da Itália entre os dias 14 e 23 de fevereiro, e chegou no Brasil no dia 24 de fevereiro, em um voo internacional com destino a Recife. Ao retornar a João Pessoa, apresentou sintomas de resfriado e no dia 25 do mesmo mês foi internado no Clementino Fraga para que fosse investigado se havia presença do novo coronavírus.

Por conta da suspeita, a família do paciente também ficou em quarentena por 14 dias. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a medida foi necessária para evitar uma possível contaminação de outras pessoas e para quebrar a cadeia de transmissão

O Complexo de Doenças Infectocontagiosas Clementino Fraga, onde o paciente está internado, é uma unidade preparada para atender casos suspeitos de coronavírus, conforme plano estadual para notificação e assistência divulgado pela SES em janeiro. Qualquer caso que se encaixe no perfil deve ser transferido para o hospital.

Além do Clementino Fraga, o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), também em João Pessoa, está apto para atender casos suspeitos exclusivamente em pacientes da pediatria. Em Campina Grande, o hospital de referência é o Hospital Municipal Pedro I.

Comentários