Ivan Burity revela em delação que usava avião para buscar propina de empresas em outros estados

0
105

O ex-secretário Ivan Burity revelou durante a delação ao Ministério Público da Paraíba(MPPB), que buscava dinheiro de propina de empresas em outros estados como Rio de Janeiro, Curitiba e Fortaleza. Os recursos recebidos serviam para pagar contas da campanha da Eleição de 2014.

Ivan disse que fazia viagens fretadas de avião para buscar o dinheiro. Ele conta que viajou para Curitiba no primeiro semestre de 2012, por determinação de Livânia Farias para receber R$ 1 milhão de uma empresa que tinha contratos com a Secretaria de Educação do Estado.

Ele também informou que realizou outra viagem em 2014 para transportar para o Estado R$ 800 mil repassados pela mesma empresa.

Ainda segundo o trecho da delação, o ex-secretário afirmou que em 2014, Ivan disse que foi para Fortaleza para buscar R$ 1,2 milhão de uma empreiteira com obras no Governo do Estado. Desse valor, Ivan informou que R$ 300 mil, foi usado “para saldar compromisso urgente de campanha”, que ele disse não saber qual seria.

O restante teria sido entregue ao então vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia, que faleceu em maio de 2018.

A colaboração de Ivan Burity faz parte das investigações da Operação Calvário, que investiga uma suposta organização criminosa que teria desviado recursos públicos da saúde e educação.

Ivan foi preso em outubro do ano passado na quinta fase da Operação Calvário coordenada pelo Gaeco. Segundo o Gaeco ele facilitava a contratação das empresas, mediante contratos fraudulentos e consequente recebimento de propinas.

Comentários