Prefeito de João Pessoa anuncia pagamento do 13º salário

0
62

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou na manhã desta quinta-feira (26), uma injeção de mais de R$ 171 milhões na economia da Capital com os pagamentos dos servidores municipais de novembro, dezembro e a segunda parcela do 13º salário. O salário de novembro será pago na sexta-feira (27) para os servidores inativos (aposentados e pensionistas), e na segunda-feira (30), para os ativos, seguido do pagamento da segunda parcela do 13º salário, no dia 18 de dezembro. Já a folha de dezembro será efetuada entre os dias 30 e 31. Em um mês, 34.130 servidores serão beneficiados, entre ativos da administração direta e indireta, aposentados e pensionistas.

O anúncio ocorreu depois de uma reunião realizada no Paço Municipal para definição do cronograma de desembolso. De acordo com o prefeito, os pagamentos dentro dos prazos estabelecidos resultam do planejamento fiscal da Prefeitura nos últimos três anos. “João Pessoa vem fazendo o dever de casa. Reduziu despesas e buscou alternativas concretas para enfrentar a crise sem o aumento de impostos, a exemplo do que ocorreu com o Mutirão Fiscal. Também seguimos cumprindo um compromisso assumido com a população, antecipando a primeira parcela do décimo. Agora, de uma só vez, anunciamos o pagamento das três folhas, assegurando mais tranquilidade aos servidores e maior movimentação na economia”, disse.

Do montante injetado pela Prefeitura, R$ 34,3 milhões serão investidos no pagamento do 13º salário, R$ 68,6 milhões na folha de novembro e outros R$ 68,6 milhões na de dezembro.

reunião_pagamento_foto_julianasantos 026Segundo o secretário de Administração, Roberto Wagner, o pagamento da folha dentro do cronograma planejado,  mesmo em um cenário de adversidade, demonstra o compromisso da gestão com os servidores. “Este ano, alcançamos conquistas importantes, como o programa de habitação para os servidores, novos convênios na área de Saúde, além do aumento salarial, em julho. Este anúncio só reforça que a atenção ao servidor seguirá como prioridade”, disse.

Receita – O cumprimento do cronograma passou por novas fontes de incremento de receita, como explicou o secretário de Finanças, Sérgio Barbosa. “Com o Mutirão Fiscal 2015, a Prefeitura arrecadou aproximadamente R$ 17 milhões, recursos que contribuíram para a manutenção de um planejamento arrojado, que envolve a manutenção de serviços em um novo padrão, somado à entrega de 70 obras à cidade”, disse. Barbosa também ressaltou que o momento ainda exige muita atenção do poder público em todas as esferas. “Esperamos que a economia do país se recupere, contribuindo de forma mais decisiva nos repasses para Estados e Municípios”, afirmou.

 

Comentários